segunda-feira, junho 30, 2008

¡Alegría!




Sónia

A propósito da vitória da Espanha


Christian Charisius/Reuters, do site do Público

Salvo raras excepções continuo a acreditar que são as melhores equipas que ganham as competições. No euro 2004, por exemplo, ganhou a melhor equipa. O facto da Grécia ter jogado mal não lhe tira o mérito. O problema foi as restantes equipas terem jogado ainda pior. Por todas as razões e mais algumas, o que se passou dentro do campo nesse campeonato não vai deixar grandes memórias. Fora dos estádios foi aquilo que o presidente da UEFA apelidou como o "melhor europeu de sempre". Mas passemos à frente...

Nos campeonatos da Europa e do mundo, nem sempre ganha a equipa que joga melhor futebol. Exemplos disso (dos que me lembro) são o Brasil no campeonato do mundo de 1994 (jogou mal) e 2002 (jogou mais ou menos mal) ou Itália no de 2006 (a Itália joga quase sempre para não perder, o que dificilmente resulta em boas exibições). No euro 2000, a França tirou-nos uma vez mais da final, o que teria sido uma recompensa merecida por aquela que foi, talvez, a nossa melhor exibição até hoje. Mas é assim mesmo. No fim, quem marca mais golos ganha. E mai nada!

Felizmente, há campeonatos em ganha quem merece, e são esses que a memória conserva. Com o risco de esquecimento e da normal subjectividade, aqui vão os três de que me lembro: Argentina no mundial de 1986, Holanda no euro 1988, e a França no mundial de 1998.
No euro 2008, a Espanha foi de longe a equipa mais consistente. Nos resultados e nas exibições. Mas o que interessa é que jogou bom futebol. Não se fiou na sorte, como a Holanda, ou no destino, como a Itália, e não se armou em chico-esperto, como Portugal. Foi mais regular do que a Alemanha, e ao contrário da França, sabia bem o que estava a fazer dentro do campo. Terá talvez tido sorte em não ter encontrado a Turquia. Mas a sorte sempre foi um previlégio dos campeões. Quando o melhor futebol ultrapassa todos os obstáculos, há que celebrar. Portanto: Vivá Espanha!


andré

domingo, junho 29, 2008

sábado, junho 28, 2008

Todos à rua!!!


No Porto, às 15h30 na praça da Batalha.

Sónia

segunda-feira, junho 23, 2008

Esbjörn Svensson Trio: 1993-2008



Deram um dos concertos da minha vida, há um par de anos na Casa da Música.
Infelizmente não vão dar mais. Esbjörn Svensson morreu no passado dia 12 de Junho num acidente de mergulho. Fica a música…

andré

domingo, junho 22, 2008



In a sentimental mood
I can see the stars come through my room
While your loving attitude
Is like a flame that lights the gloom

On the wings of every kiss
Drifts a melody so strange and sweet
In this sentimental bliss
You make my paradise complete

Rose petals seem to fall
It's all I could dream to call you mine
My heart's a lighter thing
Since you made this night a thing divine

In a sentimental mood
I'm within a world so heavenly
For I never dreamt that you'd be loving sentimental me


andré

segunda-feira, junho 16, 2008

domingo, junho 15, 2008

Parabéns, Joaninhas!






evva

Prognóstico...

Hoje ao fim da tarde vai ser uma boa altura para estar em qualquer lado onde costuma estar muita gente...


Sónia

terça-feira, junho 10, 2008

De regresso a 2008



The ting tings, That's not my name, do álbum We started nothing.
Mais músicas do grupo aqui.


andré

Anos 80: The Stranglers


Sónia

domingo, junho 08, 2008

Ao desafio?

Mais um "clássico" dos anos oitenta:




The Clash, "Should I stay or shoud I go" (1982)

Sónia