terça-feira, abril 28, 2009

Demora muito, a Primavera?


Floret silva nobilis
floribus et foliis.

Ubi est antiquus
meus amicus?
Hinc equitavit,
eia, quis me amabit?

Floret silva undique,
nah min gesellen ist mir we.

Gruonet der walt allenthalben,
wa ist min geselle alse lange?
Der ist geriten hinnen,
o wi, wer sol mich minnen?


evva

4 comentários:

Wouter disse...

Lindo..faz me lembrar o começo da literatura em neerlandês, com esta simples frase encontrada na capa dum manuscrito na abadia de Rochester (datada fim do sec.XI):

Hebban olla vogala nestas hagunnan hinase hic anda thu
wat unbidan we nu

a tradução em Latim:

Habent omnes volucres nidos inceptos nisi ego et tu.
Quid expectamus nunc.

Esplendor disse...

Que bonito! Mas... século XI? Tão cedo? Apesar do meu neerlandês ser nulo, a língua do século XI parece-me ainda muito próxima do latim. Não parece mesmo neerlandês, a frase é de uma beleza tão suave!

Quid expectamus nunc. Estamos prontos. Ainda demora?

evva

Wouter disse...

Houve uma discussão entre filólogos que se podia tratar antes de um dialecto da região de Kent, mas todos estão de acordo que é um exemplo de língua popular da variante Germanica-ouest.
So para confirmar as semelhanças, a traduçaõ para o Neerlandês actual seria:

Alle vogels hebben een nest begonnen,
behalve ik en jij.
Waarop wachten we nog?

E quanto à tua pergunta, como feliz habitante dum ninho único tenho que desiludir-te evva. Mas espero que fiques contente com a ideia que vamos planta-lo a beira mar..

Sónia Duarte disse...

Na minha rua há muitas árvores para acolher o ninho...

:)