quinta-feira, março 26, 2009

Tras-os-montes ainda e Portugal?

Ontem de manha a noticia no Publico:Refer fecha Linha do Corgo e Linha do Tamega por tempo indeterminado. Nenhum aviso foi feito as populacoes. A automotora, estacionada em Vila Real, foi levada de volta a Regua pela calada da noite, como se de um roubo se tratasse. Indigno-me com a arrogancia, com a falta de respeito pelos utentes diarios destes comboios, na sua maior parte, idosos e agricultores que viajam para Vila Real ou para a Regua e pelos utentes menos frequentes, nos quais me incluo. Decido telefonar para a Refer para me queixar. Um numero de Lisboa. Nao serve. dao-me um outro numero, desta vez do Porto. Nao sabem de nada. Tento um novo numero, tambem do Porto. "Menina, isso e com Lisboa". Outro numero. O primeiro. Volto a marcar. Uma voz de mulher do outro lado pergunta-me em tom telemarkingesco o que desejo. Quero queixar-me. Quero que alguem me ouca dizer que como trasmontada me sinto desconsiderada, roubada ate. Quero que alguem perceba que os trasmontanos estao cansados de serem os ultimos. Que o que aconteceu a linha do Tua no ano passado, a linha de Vila Real -Chaves, a linha de Mirandela, a linha de Barca de Alva nao pode acontecer com a linha do Corgo e com a linha do Tamega. Quero que a Refer perceba que nos merecemos ter uma linha de comboio em Tras-os-Montes e Alto Douro. A voz do outro lado da linha pergunta: "Isso fica para cima do Porto, nao e?"


Joana
(peco desculpa pela falta de acentos e sinais graficos proprios do portugues, mas escrevi isto no Mac do Michel)

7 comentários:

Sónia Duarte disse...

A minha solidariedade como utente da linha do Vouga!

A minha indignação como proprietária de um Macbook igualzinho ao do Michel! Vai lá atirar as culpas a outro e desprestigiar, mas é, o Magalhães...

Esplendor disse...

Aiaiaia, estes mac-sectarios, mas olha que este aqui e um bocadinho maior que o teu e mais antigo> e um G4 com teclado alemao formatado para ingles....



Joana

Esplendor disse...

Decididamente, não aprecio línguas vivas sem acentos

evva

ARPires disse...

O mal disto tudo é mesmo Trás-os-Montes, ainda ser Portugal!
Se fosse Espanha, não tenho dúvidas que seria diferente.
A culpa foi de D. Afonso Henriques, que andou à porrada com a mãe, para dar isto.

Sónia Duarte disse...

Joana, estás perdoada! As minhas desculpas!

ARPires o problema se calhar é haver Espanha e Portugal, mas confesso que entre as duas..

mariana disse...

joana: por cá no porto estamos a mexer. há transmontanos pela linha do tua que se mexem por ao menos garantia a única (e última) via férrea para trás-os-montes!

küss =)

André disse...

Joana

Tenho a impressão que podes escrever com acentos no computador do Michel. Já procuraste nas opções de teclado internacional?

Beijinho e um abraço
André