terça-feira, dezembro 02, 2008

A solução para o conflito israelo-palestiniano

"É respeitado nos países árabes?
Quando estou numa monarquia árabe sou descendente do profeta Maomé.
Porquê?
A rainha Santa Isabel era descendente de um príncipe árabe que era descendente de Maomé. Por isso, a minha posição é completamente diferente da de qualquer embaixador da república portuguesa.
Isso é reconhecido em todo o mundo árabe?
É. Mas quando estou em Israel digo que o D. Afonso Henriques era descendente do Rei David." (excerto da entrevista publicada no jornal "Público", 1/12/2008)

Joana

5 comentários:

Anónimo disse...

oh!!!!!!!!!!!Ô cuitado!!!!!!!

michel

Sónia Duarte disse...

A atitude ambivalente não é acorde com a pose da fotografia... menos ainda com o código de honra de que será herdeiro este senhor, se tiver algum antepassado da linhagem do Rei Artur... isto para quando visitar os países de língua inglesa, claro...

Sónia

Esplendor disse...

Caríssimos, quem de vós desconhece o conceito de 'simbólica'?

evva

Sónia Duarte disse...

E do cabelinho dele não dizes nada Michel?
É melhor não...
;-)

Sónia

mariana disse...

ahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahah!

Muito bom!!!! Este senhor é um prato! Mas em 3 penadas resume o anacronismo da monarquia hoje: no fundo, qualquer um pode dizer que é descendente de qualquer entidade "simbólica" e ficar no poder eternamente...seja essa entidade o que for...a isso costuma-se chamar ditadura. não sei porque se dá um nome diferente à monarquia...